September 19, 2018

January 18, 2018

January 16, 2018

Please reload

Posts Recentes

O que vai acontecer no pós-pandemia?

May 18, 2020

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

O que vai acontecer no pós-pandemia?

 

 

Esta é uma pergunta que constantemente me faço. E depois?

 

A frente do inimaginável, fomos confinados e o que nos restou foi o processo de avaliação de nossas vidas, enquanto casa, família, trabalho, privilégios e muito mais.

 

Ter um emprego que te mantenha, já é algo muito importante, e nos coloca em outro barco em meio a tempestade.

 

Esta conversa que estamos no mesmo barco é no mínimo furada e irreal, afinal a tempestade é a mesma, mas os barcos são diferentes.

 

Este negócio do #fiqueemcasa, embora seja uma excelente campanha, não cabe para todos os cidadãos, aqueles que tem seu emprego, condições financeiras, comida e o conforto de um lar tem uma maior possibilidade de sobrevivência, mas aquele que vende o almoço para ter a janta, fica um pouco mais difícil ou ainda família numerosas que moram em lugares minúsculos. Como fazer?

 

Mas temos ainda grupos de pessoas que empregam outras e que se importam e tentam fazer com que suas empresas sobrevivam e mantenham os seus colaboradores ativos e recebendo seus salários da melhor maneira possível.

 

Uma preocupação muito maior, afinal cuidar do seu barco e ainda se preocupar se o barco do outro não está à deriva.

 

Mas isso vai passar, e aí como retomar as nossas atividades normais.

 

Mas espere, o normal mudou e em alguns casos mudaram muito ou seja o que entendíamos como normal não é mais.

 

Os desafios que enfrentamos até aqui e estaremos, doravante, enfrentando não são poucos, fáceis ou simples.

 

Desde quem busca uma recolocação até a quem busca manter a sua Organização viva e rentável.

Enquanto empresas, tudo que enfrentamos, com a insegurança nas ações, falta de clareza nas informações, nas decisões que deveriam ser tomadas e na questão da comunicação.

 

Quantas empresas estavam preparadas para isso? Acredito que poucas e em parte de suas atividades.

 

Não estávamos preparados para o delivery funcional, tomada de decisões à distância, dificuldade de comunicação, produtividade e motivação da equipe e o principal, produtos e serviços incompatíveis com a nova realidade.

 

Fomos levados a era digital à fórceps.

 

Antes as Empresas definiam o ritmo das mudanças, mas de repente o mercado passou a ditar as regras.

 

Em breve teremos uma visão clara do que aconteceu de fato, ainda é cedo, mas necessária à nossa reação e preparação para um futuro ainda incerto, principalmente quando se fala de mercado.

 

E como será o novo amanhecer?

 

Não importa o seu papel neste processo produtivo, o fato é mudou e continuará mudando a cada dia, portanto temos que nos reinventar a cada dia.

 

A máxima de quando bater a meta a gente dobra a meta, passa a fazer sentido, pois o fim parece cada vez mais distante, embora acreditemos que está próximo. Antagônico mas real, infelizmente.

Como se preparar com tantas incertezas, de uma revolução que bate a nossa porta a cada dia.

Como nos alicerçar para reconstruir algo ainda mais forte e que possa suportar outras e outras tempestades ou seja como sair mais forte de tudo isso?

 

As minhas equipes eu sempre digo:

 

E se tudo aqui pegar fogo? Qual o Plano de Contingência, pois preciso continuar a atender os meus Clientes, enfim precisamos sobreviver, tanto eu, minha empresa, meus colaboradores e principalmente meus Clientes, afinal sem eles nada faz sentido.

 

Encontrei perspectivas diferentes em minhas consultas, que aqui passo a classificar por ordem de importância, na minha avaliação:

 

- Sempre faça uma reserva Financeira para sua Organização:

 

Comece assim que tudo isso passar, além daquelas costumeiras como o 13º salário do final do ano ou verbas de marketing, ou ainda investimentos planejados.

 

Estou aqui falando de uma reserva para o “ fim do mundo” ou algo parecido com que estamos passando.

 

Não definimos valor para isso, mas mantenha isso em foco e estime o seu “fim de mundo”, quando pode durar 2, 3 ou 4 meses ou mais.

 

- Avalie o seu Negócio sobre a perspectiva de uma nova situação:

 

E algumas questões devem vir à tona:

- Qual a sua dinâmica?

- Você precisa de um espaço de trabalho?

- Como controlar a distância, atitudes e comportamentos.

 

As ferramentas atuais mudaram o seu negócio ou abriram novas perspectivas?

 

Existem empresas especializadas em fornecer tecnologia para a sua necessidade. Talvez você não precisasse disso antes, mas agora passa a fazer parte de seu foco.

 

As redes sociais podem ser aliadas ao nosso negócio: mensagens do dia a dia, reuniões em plataformas digitais com um número muito grande participantes.

 

Visitar Clientes somente em casos muito específicos e por pedido do Cliente, afinal podemos fazer uma reunião on-line, com os mesmos resultados. Olha o impacto que isso pode gerar nas operadoras de aviação.

 

Controle de horário, entradas e saídas de Colaboradores passam a ser secundários, pois estamos falando de produtividade.

 

Agora parte da casa de seus Colaboradores é seu escritório e pode continuar assim. Qual o impacto que isso vai gerar no aluguel de espaços específicos para este fim.

 

Economia em benefícios, por que pagar Vale Transporte para Colaboradores que não saem de casa?

 

Impacto nas Operadoras de Benefícios e Operadoras de Transporte Público de um modo geral.

Ainda assim você não acredita que os restaurantes vão voltar ao normal num piscar de olhos, a retomada será lenta e dolorida.

 

- Como foi o delivery para sua Organização???

 

Posso manter em condições mais favoráveis, pensadas e organizadas com base na experiência que tivemos?

 

Comunicação é a palavra-chave neste processo o seu Cliente precisa saber que aquele conforto emergencial pode continuar. Os níveis de segurança mudaram, a proximidade com outras pessoas passa a ter limites, os espaços individuais passam a ter outros valores.

 

E o pensamento de nossos Clientes pode ser simples:

 

Se posso trabalhar aqui, porque não posso transformar este espaço em um espaço de convivência com amigos e familiares com maior frequência e segurança.

 

Agora temos outras opções além da Pizza do final de semana, para muitos uma descoberta positiva.

 

E como atendê-lo?

 

Não pense só na refeição, mas na manicure, barbeiro, cabeleireiro, no médico, no fonoaudiólogo ou mesmo PET, enfim qualquer serviço pessoal que exigia que o cliente se deslocasse.

 

Não precisa eliminar o que você já tem hoje, mas pense em alternativas pessoais e diferenciadas e na extensão e seus negócios.

 

-Comunicação é Fundamental

 

Avise os seus Clientes que você retornou, e que as atividades estão “a todo vapor”.

Equipe preparada e a fim de fazer acontecer.

 

Converse com sua equipe, busque ideias, treine, alinhe ações conjuntas, busque parcerias.

Juntos vamos sair disso, MUITO MAIS FORTES.

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Please reload

Procurar por tags
Please reload

Arquivo